Mercado

Empresa cria App que acaba com as notas fiscais acumuladas pelas companhias

Empresa cria App que acaba com as notas fiscais acumuladas pelas companhias

Solução utiliza câmera do celular e otimiza a gestão de reembolso de viagens e despesas corporativas.

 

Para otimizar a rotina das empresas que realizam reembolso de despesas, o VExpenses foi criado para oferece soluções para a gestão de despesas corporativas, buscando a digitalização dos processos e acabando com as "notinhas"" acumuladas.

Por meio do aplicativo, o colaborador fotografa as NFs de seus gastos, organiza suas despesas e já pede o seu reembolso, sem precisar preencher planilhas e entregar para a área financeira.

Com ajuda da tecnologia e da câmera do celular, o funcionário tira uma foto do recibo e envia para a área responsável. Esses dados são integrados e centralizados em relatórios analíticos, que ajudam os gestores a monitorarem as despesas de forma rápida e prática, sem precisar arquivar documentos.

 Segundo pesquisa realizada pela ferramenta, com o uso do app é possível reduzir em 80% o tempo gasto pela empresa com estas tarefas. Ou seja, o responsável pela função de organizar os reembolsos, analisar as planilhas e fazer os pagamentos, agora pode se dedicar a tarefas mais produtivas dentro do departamento financeiro.

 "A ideia de criar o app aconteceu durante uma viagem a trabalho, onde eu e meu sócio, percebemos que estávamos cercados de notas e começamos a pensar em uma solução mais prática do que ter que escanear todos os recibos, preencher uma planilha e entregar tudo para a responsável do financeiro, para, assim, recebermos o reembolso. Vimos que as soluções do mercado não atendiam nossas necessidades e resolvemos criar um sistema para ajudar outras empresas também", explica Bruno Pain, cofundador e diretor comercial do VExpenses.

O App está disponível, gratuitamente, para sistema Android e IOS.

 

Leia também: Dia do Trabalho: quatro hábitos indispensáveis para a rotina de todo empreendedor

Leia também: Mercado de trabalho dificulta entrada de grávidas e mães com filhos pequenos

 

Fonte: Primeira Página.

Redes Sociais